Canada News Archives | Canada Immigration Service | E-Visa Immigration

Canada Immigration Services, Canada News
O crescimento de estudantes internacionais no Canadá tem sido continuo e o governo está encarando este fato de forma muito positiva. Aumentar os atrativos para atender a demanda é uma prioridade chave, já que contribuem com US$ 11,4 bilhões anualmente para a atividade econômica do país, enriquecem a vida de estudantes domésticos e contribuem para a internacionalização de campus canadenses. Além disso, são candidatos ideais para residência permanente, dada a sua proficiência de linguagem, credenciais de educação canadense e experiência de trabalho no país. A última Conferência Canadense de Educação Internacional (CBIE) em Halifax proporcionou ótimas estatísticas e um cenário bem amplo sobre o mercado. Um dos destaques foi uma apresentação do IRCC, mostrando que o Canadá está classificado entre os 10 principais destinos mundiais de estudo internacional EUA – 18% Reino Unido – 11% França – 7% Austrália – 6% Alemanha – 5% Federação Russa e Japão – 4% Canadá – 3% China e Itália – 2% O número de estudantes internacionais que procuram o país, continua a crescer: mais de 268.631 estudantes internacionais entraram no Canadá em 2016 – um aumento de 22% em relação a 2015 e mais de 414.946 permissões de estudo até 31 de dezembro de 2016 – um aumento de 18% em relação a 2015. Veja o quadro comparativo abaixo:

Estudantes da China e da Índia representaram 49% de todas as novas inscrições estudantis em 2016. Acompanhada da Coréia (6%), da França (4%) e do Brasil (3%) As províncias mais procuradas: Ontário (46%), British Columbia (25%) e Quebec (13%), seguidas das Prairies Provinces – Manitoba, Saskatchewan e Alberta – (11%) e Províncias do Atlântico (5%)  

Aproveite o momento e venha estudar no Canadá! Estamos à disposição para ajudar com seu visto, entre em contato conosco por e-mail contact@evisaimmigration.com e tiraremos todas as suas dúvidas!
 
0

Canada News

Manitoba anunciou uma série de mudanças no seu Programa de Nomeação Provincial, incluindo a criação de uma lista de ocupação sob demanda e um novo caminho alinhado com o sistema do Express Entry.

As medidas fazem parte de uma ampla reestruturação e renovação do Programa Provincial de Nomeação de Manitoba (MPNP) para fornecer aos recém-chegados novos caminhos para residência permanente na província. As mudanças incluem a reestruturação de três programas de imigração existentes: MPNP-B Business Immigration Stream, Skilled Worker in Manitoba Stream e Skilled Worker Overseas Stream – e a criação de um novo programa para estudantes internacionais.

Uma das principais mudanças é a introdução de uma nova lista de ocupações em demanda que será usada para priorizar as Cartas de Intenções (EOI) para convidar aplicantes do novo programa de Skilled Work Overseas. Esse programa agora será subdividido em duas categorias: o Manitoba Express Entry Pathway e o Human Capital Pathway.

O Express Entry Pathway, que deverá entrar em vigor em janeiro de 2018, permitirá que Manitoba nomeie candidatos qualificados que atendam aos critérios para o sistema do Express Entry e tenham um perfil ativo. Entre outros requisitos, será dada prioridade aos candidatos que tenham uma experiência mínima de seis meses em uma ocupação sob demanda, bem como um amigo ou parente próximo em Manitoba ou um convite válido para inscrição emitido pela MPNP.

O Human Capital Pathway é para candidatos internacionalmente qualificados com habilidades e experiência dentro da lista de Ocupações sob demanda e que demonstram um alto potencial para estabelecer-se em suas ocupações antes da chegada a Manitoba. Familiares ou experiência de trabalho anterior em Manitoba, nos últimos cinco anos, são alguns dos critérios para se qualificar para este programa.


A lista é bem vasta. Você pode conferir aqui:

http://www.immigratemanitoba.com/immigrate-to-manitoba/in-demand-occupations/#indemand



Mudanças para MPNP-B e Trabalhadores Qualificados (Skilled Workers) em Manitoba

O programa do MPNP-B foi renomeado como Business Investor Stream (BIS) e foi subdividido entre Entrepreneur Pathway e Farm Investor Pathway. 

Um comunicado de imprensa do governo disse que o BIS dará prioridade aos candidatos que iniciam um negócio nos primeiros 12 meses após sua chegada em Manitoba, especialmente àqueles que desejam estabelecer seus negócios fora de Winnipeg. Os candidatos do Entrepreneur Pathway receberiam uma autorização de trabalho temporário e, em vez de fornecer um investimento de US $ 100.000, assinariam um acordo de desempenho comercial para comprar um negócio existente na província ou começar um novo. A província diz que o novo critério está programado para entrar em vigor no primeiro trimestre de 2018.

Os novos Skilled Workers do programa de Manitoba também serão subdivididos em dois programas: Manitoba Work Experience Pathway e Employer Direct Recruitment Pathway.

O Manitoba Work Experience Pathway é para candidatos que atualmente trabalham em Manitoba com permissões de trabalho temporário e cujos empregos não são encontrados na lista de profissões sob demanda. O Employer Direct Recruitment Pathway é para candidatos internacionais com ofertas de emprego de empregadores pré-aprovados de Manitoba.


International Education Stream

O novo International Education Stream é projetado para fornecer “vias mais rápidas para a indicação provincial” para estudantes internacionais graduados em Manitoba e cujas habilidades atinjam as necessidades dos empregadores da província.

Com data prevista para início em abril de 2018, o novo programa será direcionado para graduados na área de ciência, tecnologia, engenharia e matemática e que estão completando estágios “que apoiam a inovação da indústria” em seus campos de estudo. De acordo com o governo provincial de Manitoba, os estudantes internacionais graduados nas instituições de Manitoba que encontraram um emprego de longo prazo em uma ocupação sob demanda não terão mais que trabalhar por seis meses antes de se candidatarem ao MPNP.

Essa é uma excelente notícia para quem pretende imigrar e tem Manitoba como opção.

Conheça as suas chances, agende uma consulta conosco: http://www.evisaimmigration.com/book-consultation/

10

Canada News
Nos dias 12 e 13 de outubro, nossos Consultores Marilene Quintana e Leomir Gonçalves participaram da 12a CAPICs National Citizenship & Immigration Conference e trouxeram várias novidades sobre a programação de imigração para o ano de 2018.   O evento contou com a participação de representantes do governo, do IRCC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada), CBSA (Canada Border Service Agency), IRB (Immigration and Refugee Board of Canada) e ESDC (Employment and Social Development Canada), além de especialistas em imigração para discutir tendências, apresentar mudanças e updates dos programas.

A seguir, os principais tópicos apresentados no evento:  
  • Desenvolvimento de programa piloto chamado “Design Thinking”, com o objetivo de melhorar a experiência dos aplicantes – como por exemplo, ligar para o aplicante para esclarecimentos adicionais, oferecer alternativas de adicionar provas antes de uma recusa, e a mais importante de todas: explicar melhor a carta de recusa, atualmente considerada pouco específica e de difícil entendimento para fins de defesa. O objetivo é de o cliente ter mais claramente o motivo da recusa e não precisar depender exclusivamente de uma ATIP para desenvolver uma defesa.


  – Spouse e Sponsorship: desenvolvimento de programa piloto em que o aplicante recebe via sms atualizações referente ao andamento do processo.   – Call center: melhorar o serviço de atendimento do call center, que hoje tem uma espera muito grande. O objetivo é também o de ter um atendimento mais customizado, para otimizar as dúvidas, diminuindo também o número de ligações.   – Spouse e Sponsorship: a média de tempo de processamento das aplicações era de 12 meses. Já nesse mês de outubro, está em 10 meses. Uma das razões para essa diminuição é a de terem aumentado o número de oficiais trabalhando nesses processos.   As aplicações de Spouse e Sponsorship tendem a mudar para ser online, assim como é o Express Entry. O número de documentos desnecessários recebidos, no formato atual, é muito grande, por isso com a opção do processo ser online, passará a ter menos esse problema e, consequentemente, o processo será mais rápido. Ainda não há previsão de se e quando entra em vigor.   – Cidadania: o período mínimo de residência permanente para aplicar para a cidadania diminuiu para 3 anos, e parte de período de estudos também podem ter validade nessa contagem.

Publicamos em um dos nossos bloposts todas essas mudanças detalhadamente: http://www.evisaimmigration.com/novidades-nos-pedidos-de-cidadania-canadense/ Dica: rastreie todas as viagens para fora do país – mesmo que tenha sido somente 1 dia. Elas contam para a sua cidadania. Atente-se de que tudo esteja certo – recusas são irreversíveis, e nessa situação você terá que fazer uma nova aplicação do zero. O processing time está em 12 meses. Em casos “Straight Forward” estão ainda mais rápidos do que isso.   – Refugees: pretendem continuar trazendo refugees que possam contribuir economicamente para o Canadá. Vale somente para pessoas de alto risco.  

  • Aumentar o número de residentes permanentes: de 2008 a 2015, o número de estudantes estrangeiros no Canadá subiu para 92% este número continuará em ascensão pelos próximos 3 anos.
 
  • Aplicações dual intent, que significa àqueles que aplicam ainda do Brasil e tem a intenção de estudar e também imigrar são muito bem vistas e terão facilidade no processo.
  – LMIA: a fee (tarifa do empregador) será revisada, podendo ser reduzida. Há estudos de extinguir em 100% essa fee para contratação de Caregivers (babás de fora do Canadá).  

– Express Entry: não divulgaram quantas rodadas ainda terão até o fim do ano, mas é fato de que o programa tem dado muito certo. A tendência é seguir com a mesma média de números até o fim de 2017.  


– Proof of Funds: a avaliação será feita caso a caso. Se você, por exemplo, acumular o valor aos poucos, no período de 6 meses, ou mesmo tenha recebido uma doação de valores, o período exigido poderá ser flexível. As condições são sujeitas a análise dos oficiais de imigração.  


– Pontuação de corte: não tem número previsto para 2018. O cálculo será pelo número de pessoas que o país quer trazer. Vão tentar arredondar ao máximo o número de convidados e desenvolver critérios de desempate, sendo um deles priorizar quem estiver há mais tempo no pool.  



– Programas provinciais: o governo Canadense pretende começar a trabalhar mais com as províncias, para expandir o uso do Express Entry por elas. Este projeto está em fase de negociação com as províncias que ainda não fazem parte do sistema.   – Global Talent Stream: desde junho desse ano, empregadores podem contratar as pessoas sem precisar da comprovação de que não existe canadense para aquela vaga, o que acontece com o LMIA. O programa está dando certo e a tendência é continuar e ir se aperfeiçoando. 


Quer saber mais sobre as suas chances e opções para imigrar? Agende uma consulta conosco: http://www.evisaimmigration.com/book-consultation/
0

Canada Immigration Services, Canada News
Ontem, 1 de novembro, o Ministro de Imigração, Refugiados e Cidadania, Ahmed Hussen, apresentou o novo plano “multi-anos” para os programas de imigração federais e seus números. A perspectiva é bastante positiva: são aproximadamente 1 milhão de novos imigrantes para os próximos 3 anos! O objetivo é continuar buscando pessoas com qualificação profissional para atender à demanda de profissionais no país. Para se ter uma noção, no ano de 2017 a perspectiva é de 300.000 novos imigrantes vindos de programas de classes econômicas. Para 2018, a previsão é a de que esse número chegue a 310.000, em 2019 a 330.000 e 2020 a 340.000, como podem ser vistos no gráfico a seguir:      


Nesses números, estão inclusas as classes econômicas (Express Entry e Programas Provinciais), reunificação familiar (Sponsorship – Family Class) e refugiados, pessoas protegidas e humanitárias.

Vocês podem conferir os números dessa divisão, com detalhes, no gráfico a seguir:    




Hussen também declarou que há um movimento a favor de diminuir o tempo de processamento dos pedidos de sponsorship e cidadania. Até o ano passado, por exemplo, o processing time do sponsorship estava em 26 meses. Esse ano diminuiu para 12 meses e, em outubro, algumas aplicações já haviam sido processadas em 10 meses. Há também novidades sobre o Atlantic Pilot Program. A partir de 2018, ele passará a ter cotas individuais, com previsão de 1.000 aplicantes para 2018, 2.000 para 2019 e 4.000 para 2020!


Na nossa live de ontem, o nosso Consultor Regulamentado, Leomir Gonçalves, trouxe em primeira mão todos os detalhes desse novo plano – confiram na nossa timeline: https://www.facebook.com/evisaimmigration/videos/1708898215848635/  



Para identificar em quais dessas oportunidades você se encaixa, agende uma consulta conosco e faremos uma análise completa do seu perfil e indicaremos o melhor caminho para você: http://www.evisaimmigration.com/book-consultation/
1

Canada News
Hoje entra em vigor a segunda etapa das mudanças trazidas pela Bill C-6 para a obtenção da cidadania Canadense, anunciadas na última quarta-feira pelo Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania, Ahmed Hussen.   Hussen disse em um evento em Brampton, cidade da província de Ontário, que os novos requisitos tornarão o caminho para se unir à “família canadense” mais fáceis e flexíveis.   “Como um país que está comprometido com o sucesso da legalização e integração dos recém-chegados, para que eles possam reiniciar suas vidas e fazer contribuições para a nossa sociedade, temos que garantir o caminho para a cidadania para residentes permanentes”, declarou em seu depoimento.    



Mas quais são essas mudanças?    

Período mínimo de permanência exigido no Canadá   ANTES Até ontem (10/10/17), para iniciar o processo de cidadania Canadense, todo candidato deveria estar no Canadá como residente permanente por no mínimo 4 anos (1.460 dias) de um total de 6 anos. Além disso, desses dias exigidos, o candidato deveria permanecer por um período superior a 183 dias por ano nesses quatro anos – mesmo que no final dos 6 anos tenham completado o total de dias necessários.  

NOVA REGRA A partir de hoje, o período de permanência no país com status diferente de residente permanente (trabalhadores temporários e estudantes – exceto visitante/ turismo) também valem como tempo de permanência no país (até 365 dias) para o processo de cidadania, mas a contagem dessa etapa será diferente: a cada 2 dias no país, será contado como 1 dia para o processo de cidadania. Após o período de residência temporária, quando o cidadão se torna residente permanente, essa contagem automaticamente passa a ser de 1 para 1. Além disso, a exigência dos 4 anos passou a ser de 3 (1.095 dias), dentro do período de 5 anos anteriores (e não mais 6). Esses 1.095 dias agora passarão a ser independentes, sem exigência mínima anual – valendo somente esse total. Ou seja: se nesse período de 4 anos você precisar ficar 1 ano fora do Canadá, seu pedido de cidadania não ficará comprometido.  

Prova de idioma e conhecimentos gerais  
ANTES Para se tornar um cidadão canadense, todo candidato deve fazer uma prova de proficiência da língua inglesa e de conhecimentos gerais sobre o país. Até ontem, essas provas eram exigidas a todos candidatos entre 14 e 64 anos.   NOVA REGRA Com a mudança, os residentes permanentes entre 14 e 17 anos, e a partir dos 55 anos, não mais precisarão fazer os testes para a aplicação do pedido de cidadania.    

Você pode encontrar mais informações sobre o processo de candidatura à cidadania no site da Imigração, assim como os novos formulários de solicitação: http://www.cic.gc.ca/english/citizenship/become.asp  


Vale lembrar que, antes de um pedido de cidadania Canadense, você precisa já ter passado por algum dos processos de imigração e se tornado um residente permanente. Conheça alguns dos nossos programas no nosso vídeo abaixo: https://www.youtube.com/watch?v=d94UemvFxjg    

Conheça também as suas chances de elegibilidade com as nossas ferramentas do free assessment:   Express Entry Programs http://www.evisaimmigration.com/free-assessment/   BC PNP http://www.evisaimmigration.com/bc-pnp-assessment-tool/    


Para uma análise mais detalhada do seu perfil e entender os melhores caminhos para imigrar, agende uma consulta conosco: http://www.evisaimmigration.com/book-consultation/
0

Canada Immigration Services, Canada News
No dia 20 de julho completou 1 ano do novo sistema de benefício voltado a famílias canadenses com filhos menores de 18 anos.

Essa mudança fez com que a maior parte das famílias passassem a receber um incentivo maior e isento de impostos. Historicamente, é um dos projetos mais ambiciosos dentre as ações sociais desenvolvidas nos últimos anos. E a experiência desse primeiro ano foi extremamente satisfatória: 9 a cada 10 famílias recebem o benefício, e o retorno da população tem sido bastante positivo.


Mas como era antes?

Até julho de 2016, haviam 2 sistemas de benefícios a famílias com filhos de até 18 anos:

– CCTB (Canada Child Tax Benefit): valor mensal calculado de acordo com o histórico de declaração de Imposto de Renda dos responsáveis legais.

UCCB (Universal Child Benefit Care): valor mensal fixo, independente da renda. Para crianças até 6 anos, o atributo era de CAD$160,00 e de 6 a 17 anos, CAD$60,00.

Em resumo, eram dois programas diferentes, com dois depósitos e valores diferentes.



E o que exatamente mudou?

O CCB (Canada Child Benefit), novo sistema de benefício a pais canadenses, reúne os dois antigos sistemas em um único pagamento, baseado exclusivamente na renda familiar e isento de impostos.

Hoje, as famílias com crianças menores de 6 anos recebem até CAD$6.400,00 e de 6 a 17 anos, CAD$ 5.400,00 – ambos valores anuais.

Para terem uma referência, famílias cuja renda seja inferior a CAD$30.000/ ano, recebem o valor máximo e as que têm renda anual superior a CAD$200.000 não têm direito ao benefício.

Todo mês de julho há uma revisão sobre os valores baseada na sua última declaração de Imposto de Renda e retorno do benefício do ano anterior, por isso é muito importante manter o sistema atualizado sobre quaisquer mudanças.



Quem tem direito a receber?

Há alguns critérios e condições para o recebimento do valor, sendo alguns deles:

  1. Você deve ser o responsável, e o menor deve ter menos de 18 anos.
  2. Você deve ser Residente Permanente ou cidadão Canadense. Visitantes e estudantes, por exemplo, não têm direito ao benefício.
  3. Residentes temporários que estejam residindo no Canadá no último 1 ano e meio e com autorização válida no 19o mês.

Quando devo solicitar?

Uma vez que você seja o responsável e atenda a todos os requisitos, não há um período exato pré-estabelecido, mas vale destacarmos algumas situações:

– Nascimento de um bebê;

– Quando o menor passa a viver com você;

– Quando você ou seu cônjuge passam a ser elegíveis.



Como faço para solicitar?

Há 3 formas de solicitar o benefício:

Aplicação automatizada

Essa aplicação é exclusiva para bebês que acabam de nascer. A CRA (Canada Revenue Agency) utiliza as informações sobre o nascimento da criança para avaliar sua elegibilidade sobre o benefício e valor.

Para utilizar esse meio, você deve atender às seguintes condições:

– Ser a mãe do bebê que acaba de nascer;

– Seu bebê ter nascido em uma província que participa do programa (confira em https://goo.gl/j9Tw9Q);

– Não ter dado entrada no pedido por nenhum outro canal.

Passo a passo

1.     Preencha o formulário de registro provincial de nascimento do seu filho;

2.     Dê seu consentimento à Agência Estatística Vital para compartilhar com segurança a informação do seu formulário de registro de nascimento com o CRA;

3.     Forneça seu número de seguro social (SIN number) para evitar atrasos;

4.     Envie seu formulário.

Minha conta

Você pode entrar com seu pedido online também, pelo site www.cra.gc.ca/myaccount, seguindo os passos abaixo:

1.      Em “My Account”, clique na opção “Apply for Child Benefit”;

2.     Confirme suas informações de contato, seu estado civil e sua cidadania;

3.     Adicione o nome, o sexo, a data e o local de nascimento e a informação do responsável.


Aplicação pelo Formulário RC66



Você pode solicitar através do formulário RC66, nas seguintes situações:

– Seu filho acaba de nascer;

– O menor passar a morar com você;

– Você passou a residir recentemente no Canadá;

– Você não solicitou o benefício de nenhuma outra forma.

Caso tenham interesse em mais detalhes sobre o programa ou mesmo sobre elegibilidade e como fazer aplicação, seguem alguns links em que você pode obter mais informações:


Informações gerais para aplicação

https://www.canada.ca/en/revenue-agency/services/child-family-benefits/canada-child-benefit-overview.html


Publicação de todos os detalhes do novo programa

https://www.canada.ca/content/dam/cra-arc/migration/cra-arc/E/pub/tg/t4114/t4114-17e.pdf


Projeções e metas para o primeiro ano do novo sistema – expectativas

http://www.cbc.ca/news/business/canada-child-benefit-social-safety-net-baby-bonus-childcare-justin-trudeau-social-assistance-1.3685290



Não deixe de conferir sua elegibilidade e usufrua desse benefício!

0

Canada News
Como já publicamos nas nossas Mídias Sociais e mencionamos como uma das mudanças previstas para 2017 em um dos nosso vídeos no Youtube, o Brasil está na lista dos países que terão direito ao eTA (Eletronic Travel Authorization).

O que é o eTA e como vai funcionar? Conforme prometido pelo Governo Canadense, a partir de 1º maio deste ano os turistas brasileiros que pretendam viajar para o Canadá por via aérea e preencham os requisitos do programa, poderão solicitar autorização de viagem por via eletrônica mediante pagamento de uma taxa de 7 dólares canadenses. A autorização de viagem emitida pelo eTA será válida por 5 anos ou até que o passaporte expire, o que ocorrer primeiro.


Quais são os requisitos do programa?
Para ter o direito à solicitação do eTA, é necessário: > Já ter obtido um Visto Canadense nos últimos 10 anos; ou > Ter um Visto Americano válido
Veja o passo a passo disponível no site do Governo Canadense sobre como obter o eTA: Além disso, está disponível um guia passo a passo em português para aplicar para o eTA: https://goo.gl/9xcGc3 Ps: Caso você não atenda os critérios de elegibilidade para um eTA, será necessário um Visto de Turista regular para entrada no Canadá. Gravamos um passo a passo para aplicar para o eTA.


Assista abaixo:


Nós da e-Visa Immigration Services podemos te ajudar com esse processo. Entre em contato com a gente pelo [contact@evisaimmigration.com] ou pelo +1 (604) 979-0909. (Fontes: CIC: https://goo.gl/J0M6Xj | Itamaraty: https://goo.gl/qOhJHv)

Gostou do post? Então curta e compartilhe!
2

Canada News
Apesar do crescente sentimento anti-imigrante nos Estados Unidos e na Europa, o multiculturalismo do Canadá está vivo e bem, e até espera crescer nos próximos anos, de acordo com um novo estudo da Statistics Canada (StatsCan). Com base nos resultados de dois relatórios de projeção da população canadense, a agência governamental prevê que quase 1 em cada 2 canadenses poderia ser imigrante ou filho de um imigrante em 2036. Em contraste, a população combinada de imigrantes e imigrantes de segunda geração representaram 38,2% da população canadense em 2011. Segundo a StatsCan, para uma comparação histórica, em 2036 a proporção de imigrantes pode ser 2x mais alta quando comparada a 1871, quando o primeiro censo canadense foi conduzido. O estudo aponta para uma imigração sustentável, onde o número crescente de mortes e baixas taxas de fertilidade desde o início dos anos 90 são fatores que contribuem para a crescente proporção de imigrantes no Canadá.
Concentração nas cidades De acordo com a pesquisa, as maiores cidades do Canadá continuarão a ser os principais destinos dos recém-chegados. Em linha com sua estimativa de 2011, a agência espera que pouco mais de 90% dos imigrantes viverão em áreas metropolitanas em 2036, como Toronto, Montreal e Vancouver. A proporção de imigrantes nas províncias do Atlântico, Quebec (excluindo Montreal) e em áreas não metropolitanas deverá permanecer abaixo da média canadense em 2036. Origem dos Imigrantes Com relação a proveniência dos recém-chegados, a StatsCan prevê que em 2036 cerca de 60% dos imigrantes serão provenientes da Ásia, aumento de 44% em relação a 2011. Outros destaques das projeções do StatsCan incluem: População trabalhadora
  • Mais de um 1/3 da população em idade de trabalho, de 15 a 64 anos, pertenceria a um grupo minoritário visível em 2036.
  • Sul Asiático ainda seria o maior grupo de imigrantes em 2036, como foi em 2011.
Línguas
  • Até 2036, entre 10,7 e 13,8 milhões de pessoas (ou quase 30% da população) terão uma primeira língua que não o inglês ou o francês.
(Fonte: CTV News. Link: https://goo.gl/Wn2TgM) Quer saber se você é elegível para imigrar ao Canadá? Entre em contato com a gente! > Email: contact@evisaimmigration.com > Fone: +1 (604) 979-0909 Curta e comente no nosso Blog!
0

Canada News
No último dia 13 de dezembro, o Ministro da Imigração, dos Refugiados e da Cidadania, John McCallum, e MaryAnn Mihychuk, Ministra do Emprego, Desenvolvimento da Força de Trabalho e Trabalho, anunciaram os primeiros passos como parte do compromisso do Governo de apresentar uma série de mudanças significativas para o Programa de Trabalhadores Estrangeiros Temporários. A fim de evitar dificuldades e instabilidade desnecessárias tanto para os trabalhadores como para os empregadores, a regra de duração cumulativa de 4 anos deixará de ser aplicável aos trabalhadores estrangeiros temporários no Canadá, com efeitos imediatos. A regra de duração cumulativa, conhecida como regra “four-in, four-out”, foi colocada em prática em abril de 2011, limitando o trabalho para alguns trabalhadores estrangeiros temporários no Canadá a 4 anos, que se tornaram inelegíveis para trabalhar no Canadá para os próximos 4 anos. Para os trabalhadores estrangeiros temporários que atualmente não têm acesso, o Governo está empenhado em desenvolver mais caminhos para residência permanente de modo que os candidatos elegíveis sejam capazes de contribuir mais plenamente para a sociedade canadense.

Como parte dos esforços para garantir que os canadenses tenham acesso às oportunidades de emprego disponíveis, o governo exigirá que os empregadores de baixos salários, quando apropriado, anunciem a mais de 1 e até 4 grupos sub-representados na força de trabalho: jovens, pessoas com deficiência, povos indígenas e recém-chegados. Os empregadores serão avisados quando essas mudanças entrarem em vigor.
image “Em muitos aspectos, a regra de 4 anos colocou muita incerteza e instabilidade tanto em trabalhadores temporários quanto em empregadores. Tínhamos a sensação de que era uma carga desnecessária para os candidatos e empregadores, e também para os funcionários que processavam os pedidos. Acreditamos que esta importante recomendação do Comitê requer uma ação rápida, que estamos tomando hoje “, disse John McCallum, Ministro da Imigração, dos Refugiados e da Cidadania.


Leia mais no link: https://goo.gl/g1qeXF (Fonte: Site do CIC) Para saber mais sobre o Programa de Trabalhadores Estrangeiros Temporários, entre em contato:
  • Email: contact@evisaimmigration.com
  • Office: +1 (604) 979-0909
Curta, comente e compartilhe o post! 😉
0

Canada News
A Comissão Parlamentar encarregada da revisão do Temporary Foreign Worker Program (TFWP) fez várias recomendações para mudanças do programa, incluindo formas mais viáveis para conseguir a residência permanente para trabalhadores estrangeiros e maneiras mais simples para atenderem as necessidades do mercado de trabalho.

A Comissão também pede a eliminação da regra que vincula o work permit para um empregador específico, devido a criação de uma relação de poder que está aberta a abusos. Conforme estas recomendações, os empregadores que possuam um histórico de aplicação do programa de forma adequada serão inseridos em um “Programa Empregador confiável”, em que os seus pedidos de LMIAs (Labour Market Impact Assessments) poderão ser acelerados.

O Ministro da Imigração, John McCallum, e o Ministro do Emprego, Desenvolvimento e Trabalho, MaryAnn Mihychuk, anunciaram que responderão às recomendações dentro do prazo determinado de 120 dias.



Veja abaixo as principais mudanças recomendadas pelo TFWP:

  • Taxa de aplicação para o LMIA (Labour Market Impact Assessment)
A taxa de inscrição para o LMIA de CAD$1,000.00 tem dificultado algumas empresas a se manterem competitivas, em especial, as pequenas empresas. Para as famílias que necessitam de contratar cuidadores, a taxa é financeiramente onerosa. Assim, a Comissão recomenda:
  • Que os Departamentos ESDC (Employment and Social Development Canada) e IRCC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada) tomem medidas imediatas para estender as autorizações de trabalho para os cuidadores com baixos salários de 1 para 2 anos.


2) Processamento e prazos para os pedidos de LMIA
A Comissão concordou que há necessidade de padronizar o processo de aplicação do LMIA. Em particular, o tempo de processamento das aplicações tem afetado a produtividade das empresas, o que impacta os próprios trabalhadores temporários, uma vez que as renovações de work permit dependem de um LMIA positivo. Neste caso, a Comissão recomenda:
  • Que o ESDC reveja o processo do LMIA, visando aumentar a rapidez e eficiência no processamento; e que nessa revisão sejam considerados os códigos de Classificação Nacional de Profissões (NOC).
  • Que o ESDC implemente o “Programa Empregador confiável” com o objetivo de reduzir os prazos de processamento do LMIA para os empregadores que demonstraram confiabilidade na utilização da TFWP.
  • Que o ESDC reveja a política em relação aos docentes estrangeiros empregadas ou à procura de emprego com uma instituição acadêmica canadense reconhecida, cujo emprego está dependente de uma LMIA, visando proporcionar isenções ou acomodações para esta classe de estrangeiros.
  • Que o TFWP permita pequenas modificações nos contratos entre empregadores e empregados com relação à natureza do trabalho e aumentos de salários se ambas as partes concordarem. As mudanças não devem violar a descrição do trabalho.


3) TFWP
A Comissão alega que a forma atual em que o TFWP está estruturado precisa ser reformada, já que não atende plenamente as necessidades específicas de várias indústrias. A Comissão recomenda:
  • Que o ESDC reestruture adequadamente o TFWP de forma a alcançar o melhor custo-benefício e social para canadenses e participantes do programa.
  • Que o ESDC e IRCC procurem avaliar e melhorar os mecanismos em que os trabalhadores estrangeiros são trazidos para o Canadá para preencher posições tanto temporárias quanto permanentes, evitando o uso do TFWP para satisfazer as necessidades de trabalho permanentes.


4) Limite para proporção da força de trabalho que consiste em baixos salários – trabalhadores estrangeiros temporários
Atualmente, os empregadores com 10 ou mais empregados que solicitam um novo LMIA estão sujeitos a um limite máximo de 10% na proporção de sua força de trabalho, que pode consistir de baixos salários para trabalhadores estrangeiros temporários. A introdução deste limite afetou negativamente os níveis de produção de alguns negócios, e algumas isenções específicas da indústria podem ser contempladas. A Comissão também recomenda:
  • Que o ESDC garanta que a porcentagem limite sobre os trabalhadores temporários estrangeiros que uma empresa pode empregar em um determinado momento, seja fixada em um mínimo de 20%.


5) Algumas posições de baixos salários nos setores de Acomodação, Alimentação e Comércio
Atualmente, LMIAs para algumas posições de baixos salários em regiões com uma taxa de desemprego de 6% ou mais não serão processados. A Comissão recomenda:
  • Que o ESDC tome medidas imediatas para melhorar a coleta de dados do mercado de trabalho e reveja as zonas geográficas utilizadas para determinar as taxas de desemprego, afim de alinhar as condições econômicas do mercado de trabalho com os requisitos da TFWP.


6) Permissões de trabalho específicas para empregador
Trabalhadores estrangeiros temporários contratados no fluxo de baixos salários e Seasonal Agricultural Worker Program (SAWP, parte da TFWP) têm afirmado que as permissões de trabalho específicas para empregador prendem os trabalhadores em uma situação que pode levar a abuso de poder. A Comissão recomenda:
  • Que o ESDC tome medidas imediatas para eliminar a exigência de permissões de trabalho específicas para empregador; desde que implementem medidas adequadas para garantir que a mão de obra estrangeira temporária seja apenas utilizada no âmbito das disposições existentes do processo LMIA.
  • Que o IRCC forneça vistos de trabalho de múltiplas entradas para trabalhadores estrangeiros temporários empregados em trabalhos sazonais, com o objetivo de permitir maior mobilidade durante os períodos de baixa temporada; quando um visto de trabalho for prorrogado, que o visto de múltiplas entradas também seja para que os trabalhadores possam continuar a entrar e sair do Canadá.


7) Caminhos para a residência permanente para todos os trabalhadores estrangeiros
A Comissão reconhece que todos os trabalhadores estrangeiros, especialmente aqueles que estão preenchendo necessidades de trabalho a longo prazo e estão totalmente integrados na sociedade canadense, devem desfrutar melhores caminhos para a residência permanente. Além disso, a Comissão recomenda:
  • Que o IRCC deve alocar recursos adequados para permitir tratamento mais adequado aos pedidos de residência permanente para os trabalhadores que são contratados sob o TFWP.
  • Que o IRCC trabalhe com províncias, territórios e outros departamentos governamentais para aumentar o compartilhamento de informações afim de criar maior harmonização com os programas de imigração em colaboração uns com os outros.
  • Que o IRCC reveja o sistema do Express Entry, afim de atribuir o mesmo número de pontos de contratos de trabalho permanente para trabalhos com tempo determinado, caso haja grande probabilidade de continuidade no emprego. 


8) Monitoramento e fiscalização
A Comissão recomenda:
  • Que o ESDC, em colaboração com as partes interessadas, reveja os mecanismos de monitoramento e execução em curso, com o objetivo de amenizar falhas referente a proteção dos direitos dos trabalhadores estrangeiros.
A avaliação terá em conta as seguintes medidas:
  • Reforçar o compartilhamento de pesquisas informações entre as províncias e territórios;
  • Aumentar a frequência das inspeções e garantir que sejam conduzidas enquanto mão de obra estrangeira temporária esteja sendo utilizada;
  • Criar um sistema de crédito para os recrutadores que cumprem as regras do TFWP, onde estes tenham um sistema de seleção exclusivo;
  • Criar um mecanismo de resolução de problemas quando houver conflito com um empregador;
  • Assegurar que leis e regulamentações trabalhistas sejam devidamente executadas;
  • Garantir que todos os cuidados necessários sejam tomados em caso de emergência em acidentes de trabalho;
  • Garantir que empregados e empregadores sejam informados de seus direitos e responsabilidades no âmbito do TFWP, bem como sobre os salários, benefícios, acomodações e condições de trabalho.

Quer saber mais sobre LMIA? Agende uma consulta conosco para que possamos lhe indicar a melhor estratégia para seu projeto de imigração no Canadá.

Para agendar, envie um e-mail para contact@evisaimmigration.com ou ligue: (604) 979-0909.

0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 2NO NEW POSTS