Canada Archives | Canada Immigration Service | E-Visa Immigration

Dicas Canadá


No post de hoje iremos falar sobre os 20 maiores erros que você pode cometer na hora de aplicar para o seu visto canadense.

É importante saber a diferença entre uma recusa e uma devolução: A recusa virá como resultado de uma falha na aplicação como a prova financeira, prova de intenção, nāo fornecer os documentos de apoio necessários, atender aos padrões de saúde ou segurança.

A devolução, por outro lado, pode ser decorrente da falta de documentos / preenchimento incorreto de formulários ou da falta de assinatura em um dos formulários. Além disso, se o programa que você aplicou estiver sujeito à cota, você poderá ter sua aplicaçāo devolvida se a cota for atingida. No entanto, se sua aplicaçāo for devolvida por falta de informações, você pode simplesmente corrigir esses erros e aplicar novamente.

 É frustrante ter um Visto de Visitante, Estudo ou Trabalho recusados especialmente se você não sabe a razão pela qual foi recusado. O Immigration Refugee Citizenship Canada (IRCC) fornece uma carta explicando por que seu visto foi rejeitado; entretanto, muitas vezes os motivos listados em sua carta não explicam claramente por que foi recusada.

Se você teve sua sua viagem, trabalho ou planos de estudos canadenses arruinados pois teve o visto negado não se preocupe, após a recusa de visto, existem alguns passos que você pode fazer para obter um visto canadense.

Esses sāo os 20 principais motivos para recusas de visto:

Comprovante de renda: você precisa comprovar que tem dinheiro suficiente para sua viagem e estadia no Canadá, o valor varia de acordo com o número de pessoas que o acompanham e a duração da sua estadia.

Fonte de renda: O governo canadense verifica como você acumulou a renda apresentada, depósitos não consistentes em suas contas bancárias podem levantar bandeiras vermelhas.

Histórico de viagens: Dependendo da sua nacionalidade, se é uma pessoa que nunca viajou para qualquer lugar fora do seu país, as chances são de que sua aplicaçāo seja mais fraca comparada  com outras de pessoas que já viajaram antes.

Falta de perspectivas de emprego no país de origem: Se você é de um país cujos salários são muito mais baixos do que o Canadá, é provável que o IRCC duvide que você retornará  ao seu pais após sua visita ou estudo e considerará este tipo de aplicação de visto arriscado.

Nāo fornecer os documentos de apoio corretos e precisos: Mesmo que os documentos não sejam claramente exigidos na checklist da sua aplicação, há uma série de documentos de apoio que você deve incluir na sua aplicação para aumentar as chances de sucesso de sua aplicação

Situação atual de emprego: Dependendo do visto que você aplicar, se você estiver desempregado,  pode afetar negativamente na sua chance de ter sua solicitação de visto aprovada.

Laços familiares com seu país de origem: Não ter parentes no seu país de origem pode levar a um visto recusado.

Tempo de permanência: Os indivíduos que declaram no formulário que desejam permanecer por um período mais longo, geralmente requerem recursos financeiros significativos.

 Objetivo real da visita: não havia uma explicação boa o suficiente para o motivo da viagem ao Canadá.

Não conseguir explicar o propósito da viagem: Ao solicitar um visto, é muito importante deixar claro os motivos da solicitação e por quanto tempo você planeja ficar.

Bens pessoais: Não ter bens como uma casa, carros ou um negócio pode afetar sua capacidade de provar laços com seu país de origem.

Situação financeira do anfitrião no Canadá: A falta de documentação de apoio do anfitrião canadense também pode ser motivo para a recusa do seu visto. Documentos que não parecem autênticos: Se o seu documento parece não ser autêntico, você não só será recusado, mas também poderá ter problemas para aplicar novamente, por falta de credibilidade. Certifique-se de não contratar representantes não licenciados. 

História de status de overstaying ou deportação no Canadá ou em qualquer outro país: o Canadá usa um sistema Global de Gestão de Casos e compartilha informações com a maioria dos países ao redor do mundo. Se você tiver ultrapassado o prazo de validade do seu visto no Canadá ou em qualquer outro país, terá menos chances de aprovação. Ainda assim, dependendo do seu caso, ainda é possível obter o seu visto

Status ilegal no país de residência: se você mora ilegalmente em algum país, o Canadá provavelmente não vai acreditar que você cumprirá as leis e regulamentos canadenses.

Nāo cumprir os padrões internacionais de segurança: Como nos casos em que o requerente tem antecedentes criminais: Dependendo do seu crime e há quanto tempo aconteceu, você ainda poderá ir ao Canadá.

Não cumprir os  padrões de saúde: Dependendo do seu país de origem, pode ser necessário submeter-se a um exame médico antes de ser tomada uma decisão sobre a sua aplicação. Condições graves de saúde que podem representar um perigo para outras pessoas ou ser um fardo para os contribuintes canadenses podem levar à recusa do visto.

O oficial de Visto tem duvidas quanto à intenção do requerente ou sua aplicação: Em sua aplicação, você deve convencer o oficial de que suas intenções são genuínas.

Representação falsa: ao fornecer informações falsas ou enganosas você está fazendo uma representação falsa. Ter deturpado informações para a imigração canadense pode ser motivo de recusa e também de proibição de reaplicar.

Violações de direitos humanos: Se você serviu anteriormente nas forças armadas de um país que foi considerado como tendo participado em crimes de guerra, pode ser um motivo para recusa. Documentos adicionais devem ser fornecidos para superar essa inadmissibilidade.

Razões de rejeição de visto



Se lhe for recusado um visto canadense, você deve seguir o protocolo de revisão dos motivos da rejeição, corrigindo todos os erros e fornecendo quaisquer informações adicionais que possam ser relevantes para o seu caso antes de solicitar novamente. Se você tiver certeza de que não havia nada faltando em seu pedido inicial e que o oficial de vistos cometeu um erro, você pode ser elegível para apelar ou solicitar que seja reconsiderado. Nesses casos, você deveria discutir o assunto com um Consultor de Imigração.

Motivos de rejeição do Visto de Estudante Canadense

Os pedidos de Permissão de Estudo / Visto de Estudo Canadense são frequentemente recusados por falta de comprovação de recursos financeiros adequados, prova de intenção de deixar o Canadá após o término do programa ou falta de histórico de viagens.

Outras razões comuns para a rejeição de vistos de estudante são o fato de que o IRCC pode questionar seu programa de estudos ou sua carta de aceitação. Se o oficial de vistos que analisou seu caso não vê uma conexão entre seu programa de estudos e sua formação educacional ou de trabalho, eles podem recusar sua solicitação.

Motivos comuns de rejeição de visto de trabalho



Além dos motivos comuns de recusa acima, por exemplo: provar sua intenção de deixar o Canadá antes do final de sua estadia autorizada, uma coisa importante a se notar em relação aos vistos de trabalho canadenses é que você é obrigado a fornecer prova de sua capacidade de desempenho do trabalho

As leis que cobrem a rejeição de visto canadense podem ser bastante complicadas. Pode ser do seu interesse falar com um consultor de imigração canadense experiente, que pode lhe dar conselhos e suporte adequados para o seu caso.

Aqui no e-Visa immigration, podemos ajudá-lo a preparar uma aplicaçāo completa e profissional para aumentar suas chances de sucesso. Também podemos auxiliá-lo na superação de recusas anteriores, inclusive por motivos de inadmissibilidade, apresentando argumentos jurídicos.

Como solicitar novamente o visto após uma recusa?



Reaplicar para um visto rejeitado pode ser assustador, mas ter as informações certas em mãos pode simplificar muito o processo. As etapas que você executa em sua reaplicação variam de acordo com o tipo de visto que você precisa. Você não quer ser recusado mais de uma vez, pois isso pode causar um grande impacto em quaisquer solicitações de visto futuras.

Na maioria dos casos, trabalhar com um Consultor de Imigração ou Especialista em Visto para preparar e reenviar uma aplicação muito mais forte geralmente leva a maiores chances de aprovação.

Se você já foi recusado para qualquer visto para o Canadá, você pode se inscrever novamente, sem esperar; no entanto, se você se inscrever com as mesmas informações, é provável que não obtenha o resultado que está procurando. Aqui no e-Visa, ajudamos muitos clientes a reverter seus vistos negados, e nossa equipe de Consultores de Imigração e Especialistas em Vistos é treinada para preparar um aplicativo mais forte, completo e profissional que pode aumentar suas chances de sucesso.

Criamos um sistema de 4 etapas para quando você teve uma recusa anterior.

As 4 etapas são:



Etapa 1: Obter as anotações do officer em sua inscrição anterior.

Etapa 2: Reserve uma consulta de visto de 20 minutos, analise os arquivos e crie estratégias para sua nova aplicaçāo

Essa etapa geralmente ocorre após o recebimento das notas, o que pode levar até 30 dias.

Etapa 3: Prepare uma lista completa de documentos que foram recomendados por seu Consultor de Imigração para fortalecer sua inscrição, incluindo uma carta de apresentação profissional (se necessário).

Etapa 4: Aplicar.

Se você já teve uma recusa anterior, entre em contato conosco hoje para iniciar seu processo de reaplicação.

Sāo muitas as razões que podem levar a recusa e ela deve ser evitada e para isso nos recomendamos que você conte com a E-Visa para te ajudar na apliçāo de visto. Nāo corra o risco de ter seu visto recusado. Entre em contato conosco.

 
0

Dicas Canadá, Imigração, Programas de Imigração, Visto para o Canadá


O Work Permit é uma permissāo de trabalho para indivíduos qualificados, permitindo que  eles trabalhem no Canadá por um período específico.


O  Canadá é um ótimo destino para pessoas que procuram trabalhar no exterior. O Work Permit  permite que empresários, trabalhadores permanentes, estudantes e outros candidatos qualificados trabalhem no Canadá. Na maioria dos casos, os candidatos precisam ter uma oferta de trabalho em mãos para solicitar o visto de autorização de trabalho.

Existem inúmeras maneiras de trabalhar no Canadá. Nesse posts,  iremos falar sobre alguma das formas mais  comuns para obter uma autorização de trabalho:

1 – Através de um programa de estudos (part time – durante os estudos);

Quando você estuda qualquer post-secondary program  no Canadá, que é uma instituição de ensino designada e a duração do programa é de pelo menos 6 meses, você tem permissão para trabalhar até 20 horas por semana durante seu programa de estudos. Embora você não receba uma autorização formal de trabalho, você tem permissão para trabalhar no Canadá enquanto estuda.

2 – Por meio de um programa de estudo com Co-Op

A Co-Op é como um estágio que faz parte integral dos seus estudos no Canadá. Durante o seu Co-Op, você pode trabalhar em tempo integral, até 40 horas por semana.

3 – Ao final do programa de estudos, com o Post-Graduate Work permit

Quando você conclui um programa de estudos pós-secundário qualificado de pelo menos 8 meses de duração em uma instituição pública ou quando se forma em um bacharelado, mestre ou doutorado em uma instituição pós-secundária pública ou privada no Canadá, você se qualifica para uma autorização de trabalho de pós-graduação que lhe dá autorização para trabalhar no Canadá por pelo menos a mesma duração de seu programa de estudos, até três anos.

4 – Como cônjuge acompanhante de um estudante post-secondary 

Se você estiver acompanhando seu cônjuge ou companheiro durante os estudos no Canadá, e seu cônjuge ou companheiro estiver matriculado em um programa de estudos pós-secundário qualificado de pelo menos 8 meses de duração, você pode ser elegível para um autorização de trabalho aberta / irrestrita durante os estudos de seu cônjuge no Canadá.

5 – Com visto de trabalho obtido com o pelo Working Holiday visa, Young professionals’
programs


O Canadá tem acordos com vários países e instituições que podem permitir que você se qualifique para uma autorização de trabalho no Canadá. O visto de trabalho e férias é uma autorização de trabalho aberta / irrestrita geralmente válida por pelo menos 1 ano. O visto para Jovem Profissional geralmente estará vinculado a um empregador canadense e costuma ser emitido por pelo menos 1 ano.
Outros requisitos incluem ser cidadão de um país participante, ter entre 18 e 35 anos, ter seguro médico para o período autorizado para sua estadia e passar por um controle criminal e de segurança.
A lista de países participantes é muito extensa e inclui a maioria dos países europeus, Chile, Costa Rica, Japão, Austrália, Nova Zelândia, Taiwan e Hong Kong.

6 – Com visto de trabalho obtido em acordos internacionais – Acordos de Livre Comércio (Free Trade Agreements)

Vários países têm acordos com o Canadá que permitem a emissão de autorização de trabalho para determinados profissionais ou técnicos. Os países participantes incluem México, EUA, Colômbia, Peru, Panamá, Coréia do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Brunei, Cingapura, Japão, Malásia e Vietnã, entre outros.
Observe que os termos e condições podem variar de acordo com cada município e ocupação.

7 –  Sendo transferido para uma Canadian entity – Intra-Company transferes

Se você trabalha para uma empresa que tem um relacionamento com uma Canadian entity e a entidade canadense oferece a você uma oferta de trabalho em uma posição gerencial ou executiva, você pode se qualificar para uma autorização de trabalho específica do empregador por meio da isenção de LMIA, Intra-company transferee category.

8 – Por meio do programa French-Mobility

Você fala francês e tem uma oferta de emprego de um empregador canadense qualificado fora de Quebec? Você pode se qualificar para uma autorização de trabalho específica do empregador por meio da categoria de programa de mobilidade francesa isenta do LMIA. 

9 –  Ao receber uma oferta de emprego, por meio do Labour Market Impact Assessment (LMIA)

Os empregadores canadenses que desejam contratar trabalhadores estrangeiros temporários devem obter uma Labour Market Impact Assessment (LMIA)) neutra ou positiva emitida pela  ESDC. A autorizacçāo sera emitida se  ESDC considerar que não há nenhum cidadão canadense ou residente permanente disponível para fazer o trabalho.
Com a carta de aprovação do LMIA e a oferta de trabalho, o trabalhador estrangeiro pode enviar um pedido de autorização de trabalho temporário canadense ao IRCC, caso seja aprovado ele irá receber a employer-specific work permit,  que geralmente é válida por até 2 anos.

10 –  Ao receber uma oferta de emprego em ocupações de Tecnologia, por meio do programa Global Talent Stream

Os empregadores canadenses que desejam contratar trabalhadores estrangeiros temporários no setor de tecnologia ou com habilidades únicas podem se inscrever para um LMIA por meio do Global Talent Stream program.
O fluxo de Talento Global não exige prova de que não há nenhum residente canadense ou permanente disponível para fazer o trabalho e, além de documentos e formulários regulares, envolverá uma negociação com o ESDC sobre como a empresa pode contribuir para o mercado de trabalho canadense.
Com a carta de aprovação do LMIA e a oferta de trabalho, o trabalhador estrangeiro pode enviar um pedido de temporary work permit ao  IRCC e receber o employer-specific work permit.
 A autorização de trabalho é emitida com base e Global Talent stream e é geralmente válida por até 2 anos, dependendo dos termos da oferta de trabalho.

11 – Ao receber uma nomeação em um dos vários programas provinciais disponíveis, employer-driven provincial programs 

O Canadá tem 10 províncias e 13 territórios e, em sua maioria, todos eles têm pelo menos um employer-driven stream available for employers, que permite a contratação de estrangeiros. Ao receber uma nominação no employer-driven stream você pode se qualificar para uma employer-specific work permi, , emitida por 1 ou 2 anos, dependendo do stream que  você se inscreveu.
12 – Ao receber um endorsement  de um dos employer-driven pilot programs disponíveis 
O Canadá tem vários programas piloto que permitem que os empregadores tragam trabalhadores estrangeiros para o Canadá e atendam às necessidades específicas de uma região, como o Atlantic Pilot Program que inclui as províncias de Nova Scotia, New Brunswick, Prince Edward Island,  Newfoundland e Labrador.
O Rural Northern Pilot program inclui comunidades rurais em todo o Canadá ou áreas específicas como o Agri-Food Pilot program.
Esses programas pilotos são, em sua maioria sāo conduzidos pelo empregador, que permitem que candidatos qualificados se inscrevam para obter uma autorização de trabalho no Canadá e, na maioria dos casos, também para a residência permanente.

13 – Ao receber uma oferta de emprego para cuidar de crianças ou idosos

Se você atender aos requisitos de educação, idioma e experiência para receber uma oferta de emprego como home care support worker (geralmente para cuidar de idosos ou pessoas com necessidades especiais) ou home child care provider (babá, para cuidar crianças), você pode se qualificar para uma autorização de trabalho no Canadá.

14 – Ao enviar seu pedido de imigração dentro do Canadá por meio de um dos mais de 80 programas de imigração disponíveis;

Se você se qualificou para imigração para um stream interno do Canadá, você pode se qualificar para o open-unrestricted work permit. Em alguns casos, você só se qualificará se já for titular de uma autorização de trabalho que irá expirar em 4 meses ou menos. Este tipo de permissão de trabalho é conhecido como Bridging open work permit

15 – Depois de ser sponsored por seu cônjuge canadense ou parceiro em união estável através Canada Spousal or Common-law partner Sponsorship program

Se você tiver um status válido no Canadá como visitante, estudante ou trabalhado e enviar uma inscrição no programa spousal or Common-law partner Sponsorship, você se qualifica para uma open/unrestricted work permit   pelo tempo de processamento esperado de sua inscrição, geralmente emitida por 1 ano.

Como você pode ver existem diversas maneiras para trabalhar legalmente no Canadá. Se você deseja mais informações e quer imigrar com um profissional com bastante experiência e aumentar suas chances de sucesso, entre em contato conosco.

0

Dicas Canadá

O Programa de Imigração da Província de British Columbia  (BCPNP) é um programa de imigração por meio do qual uma ampla gama de trabalhadores, graduados e empresários pode se estabelecer no Canadá permanentemente, mais especificamente em British Columbia. É um processo muito transparente e procurado por quem deseja imigrar para o Canadá. Abaixo, vamos falar um pouco das vantagens desse programa de imigração para o Canadá e seus requisitos.



O que é o BCPNP?


O BCPNP, ou British Columbia Provincial Nominee Program, é um dos programas de imigração para o Canadá, especificamente voltado para aqueles que desejam morar na província de British Columbia. Esse é um programa baseado em um sistema de pontos, que leva em consideração a sua posição profissional (salário, se é uma área de alta demanda na província), o seu nível acadêmico e o seu nível de inglês.



O que é o BCPNP Tech Pilot?


Essa categoria do programa provincial de British Columbia é voltado exclusivamente para aqueles que desejam imigrar para o Canadá e estão em posições na área de tecnologia (o governo do Canadá elegeu 29 ocupações da área que são elegíveis ao British Columbia Provincial Nominee Program Tech Pilot, que envolve diversos níveis e carreiras específicas).


As chamadas do BCPNP Tech Pilot possuem uma pontuação bem reduzida se comparada à outros programas de imigração para o Canadá.



Eu preciso ter um visto de trabalho para aplicar para o British Columbia Provincial Nominee Program?


Não! Se você já tiver o suporte de um empregador em British Columbia você já pode iniciar o seu processo do BCPNP, mesmo estando ainda no Brasil ou estudando no Canadá.



Mas o suporte de um empregador é o único jeito de aplicar para o BCPNP (British Columbia Provincial Nominee Program)?



Essa é mais uma das vantagens do Programa de Imigração de British Columbia. Se você fizer um programa de estudos em uma instituição designada, a nível de mestrado ou doutorado, em um curso relacionado à ciência, engenharia, computação, matemática, entre outros, você já qualifica para o BCPNP a partir de sua graduação.



Imigrando como empreendedor.


Se você pretende empreender no Canadá, o programa de British Columbia, o BC Entrepreneur Regional Program, é um dos mais acessíveis do Canadá, que requerem um investimento a partir de CAD $ 100.000, um valor baixo se comparado aos demais programas de empreendedorismo no Canadá.



Quais são as exigências do BCPNP (British Columbia Provincial Nominee Program)?



Nível de Inglês


Um dos maiores atrativos do Programa Provincial de British Columbia (BCPNP) é o nível de inglês exigido. Se você trabalha no NOC 0 ou A, provavelmente não será necessário que você apresente o resultado de um exame de proficiência na língua inglesa.

Agora, se sua posição se encaixa em um NOC de categoria B, não se preocupe: o mínimo exigido para ser elegível ao BCPNP é um CLB (Canadian Language Benchmark) 4. Para você ter uma ideia, um CLB 4 é apenas um pouco acima de um nível básico de inglês!

O inglês é um desafio para você? Pois entre em contato conosco que temos parceria com excelentes profissionais, especializados em IELTS e CELPIP!



O fator idade.


Uma pergunta que sempre ouvimos de nossos seguidores é: “Qual a idade máxima para imigrar para o Canadá?”. A verdade é, embora não exista uma idade máxima, a maioria dos programas de imigração do Canadá levam sim o ano de nascimento da pessoa como um dos fatores. Esse NÃO é o caso do BCPNP!  O British Columbia Provincial Nominee Program não leva em consideração a idade da pessoa para a sua elegibilidade.



Regularidade de chamadas.


Quem está no pool de candidatos para o BCPNP (British Columbia Pronvicial Nominee Program) sabe exatamente quando acontecerá os draws (são as “chamadas” do governo do Canadá, em que são enviados convites para aqueles elegíveis a aplicar para residência permanente no Canadá). Os draws do BCPNP acontecem toda semana, alternando entre o programa BCPNP Tech Pilot e o BCPNP Geral.


O BCPNP é um programa de imigração canadense altamente variado, contendo várias categorias. Se você deseja mais informações e quer imigrar com um profissional com bastante experiência e aumentar suas chances de sucesso, entre em contato conosco.

 

0

Dicas Canadá
Se você está planejando imigrar para o Canadá, certamente já fez muitas pesquisas sobre o país e é provável que tenha encontrado alguns motivos pelos quais as pessoas dizem que você NÃO deve se mudar para o Canadá. Vamos conversar um pouco mais sobre eles, e quem sabe, fazer com que você veja o outro lado da moeda!


1. Não há empregos no Canadá, mesmo para pessoas qualificadas.


Sabemos que se recolocar em um mercado de trabalho diferente pode parecer desafiador. Mesmo que você ocupe uma posição de destaque em seu trabalho atual, ao se mudar para o Canadá, você deve se adaptar ao seu novo ambiente e se reinventar no mercado de trabalho canadense, e isso leva tempo.

Embora seja muito provável que você encontre um emprego em sua área, você também deve ter em mente que pode não ser o mesmo cargo que você tem no Brasil, uma vez que você ainda não adquiriu experiência no mercado de trabalho canadense. Porém, existem várias oportunidades de trabalho no Canadá, você só precisa saber onde procurar!

Mesmo que sua ocupação seja regulamentada no Canadá (nesse caso, você precisaria revalidar suas credenciais para trabalhar exatamente no mesmo campo), isso não significa que você não possa trabalhar na área, apenas terá que pesquisar melhor quais trabalhos você é autorizado a assumir.

O processo de contratação no Canadá pode ser muito diferente do que você está acostumado em seu país de origem. Desde a elaboração de currículos, cartas de apresentação (cover letters) até como se comportar durante as entrevistas de emprego, você deve estar pronto desde começo do planejamento de imigração para o Canadá, a se adaptar ao mercado de trabalho canadense.

Se você deseja trabalhar no Canadá, nosso serviço de consultoria de carreira pode ajudá-lo a preparar seu currículo de acordo com os padrões canadenses, aumentando seu perfil no LinkedIn, fornecendo serviços de coaching para entrevistas de emprego e total apoio em sua busca de trabalho, até a aceitação de uma oferta de emprego.


2. O Canadá é muito frio.




Em primeiro lugar, o “clima perfeito” é relativo. Algumas pessoas gostam de lugares quentes e ensolarados, outras preferem o aconchego do inverno. A parte boa? O Canadá tem espaço para todos! É um país enorme e você pode escolher.

Em Vancouver, por exemplo, é raro ver aquela almofada de neve no chão, mesmo durante o inverno. O inverno de Vancouver é mais chuvoso e frio, com janeiro sendo o mês mais frio, com uma temperatura média de 32 graus Fahrenheit (0 graus Celsius). Os verões, por outro lado, podem ser bastante quentes (média de 72 graus Fahrenheit – ou 22 graus Celsius), mas não tão úmidos quanto os verões da costa leste. Nessa época do ano, os moradores de Vancouver aproveitam o bom tempo para praticar atividades ao ar livre, fazendo trilhas e acampando.

O clima de Toronto é mais parecido com o de cidades americanas como Nova York e Chicago, com quatro estações bem definidas. No verão, o mês mais quente é julho, com uma média de 81 graus Fahrenheit (27 graus Celsius). O inverno em Toronto é definitivamente mais frio do que em Vancouver, com uma média de 20 graus Fahrenheit (menos 6 graus Celsius). O povo de Toronto definitivamente recebem um bom nível de neve durante este período – é ótimo para esquiar e praticar snowboard!

Não se preocupe – tenha em mente que, onde quer que você escolha morar no Canadá, estamos muito bem equipados para lidar com todas as condições climáticas.


3. É caro morar no Canadá.


Não estamos aqui para mentir para você – não é exatamente barato morar nas grandes cidades canadenses. Mas é tudo uma questão de perspectiva: sim, pode ser caro morar em grandes áreas metropolitanas, mas se você estiver disposto a morar fora do centro da cidade, verá que será capaz de se sustentar muito bem, mesmo que não tem um alto salário.

Se você quiser saber mais sobre o custo de vida no Canadá, verifique nossos posts anteriores sobre Toronto e Vancouver.


4. Você sentirá falta de sua família.


É verdade, não podemos discutir com este. Não há como evitar: deixar seu país, seus amigos e familiares, não é uma decisão fácil, mas você tem que lembrar por que você está fazendo isso em primeiro lugar – para ter uma vida melhor, sua vida dos sonhos!

Além disso, a tecnologia ajuda muito, temos facebook, whatsapp, instagram, para mantê-lo em contato com seus entes queridos em todos os momentos. Além disso, quem disse que você não pode receber visitas de vez em quando?


5. A vida é mais difícil para um imigrante.


Você pode sentir falta de sua família e ter que se adaptar a um novo país e novas regras, mas a verdade é que o Canadá é feito de imigrantes – Vancouver e Toronto estão entre as cidades mais multiculturais do mundo, e de acordo com um Censo de 2016, mais de 21% da população do Canadá são imigrantes: cerca de 7,5 milhões de pessoas! Além disso, o Canadá também tem mais de 500 mil residentes temporários. E eles continuam a dar as boas-vindas aos recém-chegados de todas as raças, religiões, gêneros ou orientações sexuais. Combine isso com o ambiente acolhedor pelo qual os canadenses são conhecidos e você se sentirá em casa no Canadá!


6. O Canadá é liberal demais.


Quando dizemos que o Canadá é acolhedor, falamos sério. Você é livre para ser quem você é, independentemente de sua raça, sexo, religião, orientação sexual … Mas uma questão que ainda preocupa muitas pessoas, especialmente os pais, é a legalização da cannabis no Canadá em outubro de 2018 (tornando o Canadá o segundo país do mundo a legalizar a venda, posse e uso não medicinal por adultos). No entanto, tenha em mente: a Lei da Cannabis tem três objetivos principais de saúde pública: manter a cannabis fora das mãos dos jovens, manter os lucros fora do bolso dos criminosos e proteger a saúde e a segurança públicas, permitindo que os adultos tenham acesso à cannabis de forma legal. Portanto, não se preocupe, os canadenses podem ser liberais, mas também são muito responsáveis!

O que mais você ouviu sobre o Canadá?



Você está pronto para fazer do Canadá sua casa? Conte com nossa equipe de consultores de imigração regulamentados para orientá-lo na melhor estratégia!
0

Dicas Canadá
Se você está pensando em imigrar para o Canadá, já sabe que existem inúmeros programas de imigração para o Canadá. Aqui, vamos contar a você tudo o que você precisa saber sobre o Ontario Immigration Nominee Program, comumente conhecido como OINP.

O Programa de Imigração de Ontário é um dos mais procurados programas de imigração para o Canadá, então preste atenção às nossas dicas! E lembre-se, se você deseja imigrar para o Canadá, nossa equipe de consultores de imigração regulamentados pode ajudá-lo a encontrar a melhor estratégia para o seu perfil – faça nossa avaliação gratuita para saber mais!


O que é o Ontario Immigration Nominee Program (OINP)?



Como todos os programas provinciais para imigrar para o Canadá, o Ontario Immigration Nominee Program leva em consideração as necessidades econômicas e geográficas da própria província e é direcionado a trabalhadores ou estudantes estrangeiros que tenham as habilidades, educação e experiência de trabalho específicas que a província está procurando.


E quem pode se qualificar para o Ontario Immigration Nominee Program (OINP)?


Da mesma forma dos outros Programas de Imigração Provinciais Canadenses, o Ontario Immigration Nominee Program divide sua nomeação nos chamados “streams”, todos sob o Express Entry. Vamos falar sobre os streams mais comuns para o Ontario Immigration Nominee Program (OINP):


Ontario Immigration Nominee Program (OINP) Streams que requerem o apoio de um empregador no Canadá:


  • Foreign Worker Stream
  • International Graduate Stream
  • Skilled Trades stream
  • In-Demand Skill Stream

Os Foreign Worker Stream e International Graduate Stream exigem que o candidato receba uma oferta de emprego de uma empresa canadense, em uma vaga que se enquadre nos NOCs A, B ou 0. O Skilled Trades e o In-demand Skill Streams têm sua própria lista de ocupações elegíveis.

Aqui estão as boas notícias: não há requisitos de idioma ou limite de idade para aplicar nesses Streams do Ontario Immigration Nominee Program (OINP) (que requerem apoio do empregador)!

No entanto, o empregador canadense precisa atender a certos critérios:

  • O empregador deve estar estabelecido no Canadá por pelo menos 3 anos.
  • Se a empresa estiver localizada na área da Grande Toronto, ela deve ter pelo menos 5 funcionários que sejam cidadãos canadenses ou residentes permanentes no Canadá uma receita bruta de pelo menos CAD $ 1 milhão por ano.
  • Fora da área da Grande Toronto, o empregador deve ter no mínimo 3 cidadãos canadenses ou residentes permanentes no Canadá como funcionários e uma receita bruta de pelo menos meio milhão de dólares canadenses por ano.


Streams do Ontario Immigration Nominee Program (OINP) que NÃO exigem uma oferta de emprego:


  • Human Capital Priorities stream
  • French-Speaking Skilled Worker stream

Para o stream Human Capital Priorities, os requisitos são semelhantes aos do Federal Skilled Worker Program (FSW).

O candidato deve ter:

  • Ter conhecimentos da língua inglesa ou francesa de pelo menos CLB 7
  • Ter um mínimo de 1 ano de experiência profissional qualificada dentro dos NOCs 0 A ou B nos últimos 5 anos.
  • Ter pelo menos uma graduação (bacharelado ou mestrado).
  • Faça parte do pool Express Entry com uma pontuação de pelo menos 400 pontos.
  • Indicar Ontário como seu destino de província pretendido (no perfil do Express Entry).

Quanto ao stream French-Speaking Skilled Worker, a maioria dos requisitos listados acima ainda são necessários, no entanto, existem algumas diferenças:

  • O candidato deve ter proficiência na língua francesa de pelo menos CLB 7 E proficiência na língua inglesa de pelo menos CLB 6.
  • Este stream não requer um mínimo de 400 pontos no pool de Express Entry.

Além disso, certifique-se de ter o valor mínimo para se estabelecer no Canadá: sua comprovação de renda.


Como é o processo de inscrição?



Bem, em primeiro lugar, você precisa selecionar o programa mais adequado para você. Faça nossa avaliação gratuita e fale com um de nossos consultores de imigração canadenses regulamentados. Em seguida, você precisa certificar-se de que atende a todos os requisitos do programa em questão.

É muito importante planejar tudo com antecedência! Ontário é um destino muito popular entre os imigrantes para o Canadá, e alguns streams abrem apenas uma ou duas vezes por ano, e a janela para novas aplicações geralmente abre e fecha em questão de minutos!

Felizmente, temos um sistema bem estruturado aqui na e-Visa. No último stream do OINP, a janela de aplicações foi de apenas 20 minutos, mas registramos com sucesso TODOS os nossos clientes!

Depois de obter a aprovação da sua aplicação e uma nomeação do governo de Ontário, você pode agora solicitar a sua tão sonhada residência permanente no Canadá.

Lembre-se: o Governo Federal do Canadá toma a decisão final sobre quem se torna residente permanente.

Você está pronto para fazer do Canadá sua casa? Conte com nossos consultores de imigração regulamentados! Eles estão prontos para ajudá-lo em todo o processo. Se você quiser saber sua pontuação no Express Entry, use nossa ferramenta de avaliação gratuita.

0

Dicas Canadá

Apenas em 2019, mais de 640 mil estudantes escolheram o Canadá como seu destino de intercâmbio. Com um ensino de qualidade e instituições educacionais entre as melhores do mundo, não é de se surpreender. Além disso, segundo um levantamento feito pela Agência Canadense para a Educação Internacional, 60% daqueles que fazem um programa de estudos no Canadá pretendem ficar no país após sua conclusão.

E é exatamente aqui que entra o PGWP – Post Graduation Work Permit.


O que é PGWP?


Post Graduation Work Permit , ou PGWP, é uma permissão de trabalho aberta (open work permit) para estudantes internacionais após a conclusão de seu programa de estudos.

Essa permissão tem a validade entre 8 meses a 3 anos, dependendo da duração de seus estudos e é uma ótima oportunidade para o estudante permanecer no país e dar uma continuidade à sua experiência canadense, além de se poder trabalhar no Canadá em sua área em período integral.

Contudo, não é todo curso ou instituição que garante a elegibilidade ao PGWP. Existem algumas regras e requisitos a serem cumpridos.


Quem pode aplicar ao Post Graduation Work Permit.

Para ser elegível a esse tipo de visto de trabalho aberto, o estudante internacional deverá ter concluído um curso em uma instituição pública, ou privada a nível de degree (bacharel ou master) que esteja na lista do governo das Designated Learning Institutions (DLI). Além disso, o programa deve ter a duração de no mínimo 8 meses, e em período integral (full time).

O aluno não poderá solicitar o PGWP (Post Graduation Work Permit) se já obteve esse tipo de permissão anteriormente. Também não são elegíveis aqueles que realizaram a maior parte de seu curso à distância ou se trata de um curso de línguas.

ATUALIZAÇÃO COVID-19

Devido ao COVID-19, o Governo do Canadá anunciou algumas mudanças nos critérios do Post Graduation Work Permit (PGWP), a fim de acomodar os alunos afetados pelas restrições de viagem impostas pela pandemia:

  • Estudantes podem estudar online até o dia 30 de Abril de 2021, sem afetar o PGWP, desde que 50% do curso seja feito no Canadá.

  • Estudantes que estejam matriculados em cursos de 8 a 12 meses de duração, com data de início entre Maio e Setembro de 2020, podem cumprir seu curso TOTALMENTE online e ainda serem elegíveis ao PGWP.

  • Estudantes que estejam matriculados em um programa com data de início entre Maio e Setembro de 2020 + que estudem online até Abril de 2021 + que completem mais de um programa de estudos, têm a possibilidade de combinar a duração de seus cursos na solicitação do PGWP, desde que 50% do período total de estudos seja concluído no Canadá.



Quando aplicar ao PGWP.

Para aplicar para o PGWP e trabalhar no Canadá legalmente após seu programa de estudos, é importante que a permissão atual do aluno esteja válida. O prazo de aplicação para o Post Graduation Work Permit é de 180 dias contados a partir da data do recebimento da carta de conclusão ou transcript – mas o estudante pode pedir o PGWP assim que receber o certificado de conclusão da sua instituição de ensino.


Trabalhar no Canadá após a conclusão de um programa de estudos.



Enquanto a permissão de estudos do estudante for válida e ele estiver em período escolar, o aluno tem o direito de trabalhar 20 horas semanais – e apenas isso. Após a graduação e recebimento do seu certificado de conclusão, a autorização de trabalhar no Canadá é automaticamente suspensa. Porém, assim que o estudante internacional solicitar o seu Post Graduation Work Permit, estará no que chamamos de implied status (permissão do governo canadense para que a pessoa possa manter seu status legal no Canadá enquanto a decisão de sua aplicação está sendo processada), e aí sim, ele poderá trabalhar full time, ou seja, 40 horas por semana.


Por quanto tempo o Post Graduation Work Permit é válido?

A validade do PGWP depende da duração do curso: Se o programa de estudos for entre 8 meses a 1 ano, o PGWP do aluno será equivalente ao seu tempo de curso. Agora, se o curso teve duração de 2 anos ou mais, o Post Graduation Work Permit terá uma duração de 3 anos (tempo máximo de validade).

Contudo, é importante notar que a decisão final sobre a aplicação e a validade do PGWP, fica inteiramente na responsabilidade do oficial de imigração avaliando o caso de cada estudante internacional.


O PGWP e o Cônjuge (esposo ou esposa)



O cônjuge (casado ou em união estável por mais de um ano) de um estudante internacional pode aplicar para um OWP (Open Work Permit, permissão de trabalho aberta) durante o período de estudos do parceiro*. Após a graduação, ele poderá solicitar a extensão de sua permissão de trabalho, mas somente se o estudante (aplicante do PGWP), no momento da aplicação, tiver uma proposta de trabalho que se encaixe dentro dos NOCs de categoria 0, A ou B.

Atenção: não estamos falando de uma empresa que patrocine o estudante ou um processo que envolva um LMIA (Labour Market Impact Assessment), mas somente uma prova de contrato. O aplicante ainda precisará apresentar 03 pay stubs (contra cheques) como comprovação.

Na falta deste contrato, as opções do cônjuge se limitam a matricular-se em uma instituição de ensino e continuar sua estadia como estudante, ou ficar apenas com o status de visitante, até que o parceiro consiga uma prova de proposta de trabalho no Canadá, e aí sim, aplicar para um novo work permit (permissão de trabalho).


Tempo de processamento e o valor de um PGWP

Segundo o site oficial do governo canadense, o tempo de processamento do Post Graduation Work Permit é de 83 dias (informação coletada em junho de 2020). O site é atualizado constantemente, mas é importante notar que tal prazo pode variar de caso a caso.

Quanto ao custo, atualmente o valor da taxa para aplicação do PGWP é de CAD $255.00.


Quantas vezes eu posso aplicar ao PGWP?

Uma pessoa pode aplicar para o PGWP apenas uma vez na vida – Por isso, se o estudante pretende trabalhar em tempo integral ou até imigrar para o Canadá, sugerimos que ele complete um curso de pelo menos dois anos, para que assim, tenha mais tempo com uma permissão de trabalho para adquirir uma experiência em um emprego canadense.


E depois que o meu Post Graduation Work Permit vencer?



Sabemos que o custo de estudar em um College no Canadá não é baixo. O período do PGWP pode ser considerado como uma ótima oportunidade para recuperar um pouco desse investimento. Contudo, se você pretende imigrar para o Canadá após seu período de trabalho com o PGWP, é bom começar a se planejar desde cedo!

Se o estudante internacional pretende morar no Canadá como residente temporário com permissão de trabalho (work permit), o caminho a seguir é a permissão de trabalho atrelada a um patrocínio, com um processo chamado LMIA (Labor Market Impact Assessment). Esse processo é feito pelo empregador, sendo necessário comprovar que não há candidatos canadenses que atendam aos requisitos daquela vaga. É um processo detalhado e complexo, por isso é recomendado o apoio de um consultor de imigração regulamentado.

Mas se o estudante no Canadá já está decidido a imigrar para o país de vez, existe a opção de aplicação para a residência permanente canadense (PR) através do programa CEC (Canadian Experience Class). Esse programa de imigração para Canadá é voltado para aqueles que possuem pelo menos 1 ano de experiência de trabalho no Canadá nos últimos 3 anos, nos NOCs 0, A ou B) e atingem o nível de proficiência necessário (que varia de acordo com o NOC em questão), comprovado a partir de uma das provas oficiais (IELTS General ou CELPIP para inglês, e TEF ou TCF para francês).


———-

*Se o parceiro estiver matriculado em uma instituição DLI (Designated Learning Institution), a pública ou privada a nível degree, full time.

Seja para visitar, estudar, trabalhar ou imigrar para o Canadá, a e-Visa Immigration Services está aqui para te auxiliar durante todo o processo, desde a escolha de curso e instituição certa para você até a conquista do visto de trabalho e a tão sonhada residência permanente! Entre em contato agora e agende uma consulta com um de nossos especialistas em intercâmbio, vistos e imigração.

Ficou alguma dúvida? Confira nosso vídeo sobre o assunto:


0

Dicas Canadá

Como você já deve ter notado, existem várias formas de morar para o Canadá – uma das quais pode ser a certa para você! Fale com um de nossos consultores de imigração regulamentados para ter certeza de que está no caminho certo.
Aqui, contaremos tudo sobre o Global Talent Stream (GTS), a permissão de trabalho com tempo de processamento de até 15 dias úteis, suas características e requisitos.


O que é o Global Talent Stream?


O Global Talent Stream é um tipo de LMIA (Labour Market Asessment) e faz parte do Temporary Foreign Worker Program (Programa de Trabalhador Temporário) e visa conceder empresas inovadoras no Canadá a recrutar os maiores talentos globais especializados e qualificados de que precisam, quando canadenses ou residentes permanentes não estão disponíveis. Ele se concentra em trabalhadores em posições muito especializadas, ou em trabalhadores na indústria de tecnologia. A vantagem para as empresas canadenses, ou seja, ou empregadores, é que os processos de um work permit linkado ao Global Talent Stream não são tão complexos como muitos outros programas de imigração e trabalho no Canadá, e todo o processo é frequentemente processado em 15 dias úteis.

Este processo funciona como uma espécie de acordo entre o empregador e o governo do Canadá. Em troca da autorização para contratar talentos estrangeiros, a empresa deve desenvolver um Plano de Benefícios do Mercado de Trabalho (Labour Market Benefits Plan), que estabelece o compromisso do empregador em criar benefícios duradouros para o mercado de trabalho canadense. Este processo de recrutamento estrangeiro contribui para o crescimento da economia canadense, garantindo que as empresas possam ter a força de trabalho qualificada de que precisam.

Sobre o candidato (no caso, é você), você precisará de uma oferta de emprego válida para uma posição de alta qualificação em uma das ocupações listadas como parte do Global Talent Stream. Existem duas maneiras de vir para o Canadá com este processo:


Trabalhar no Canadá como trabalhador especializado:


Com essa processo Global Talent Stream, o empregador faz parte de uma Associação reconhecida pelo governo canadense para indicar empresas qualificadas para o Global Talent Stream. Se a empresa que tem interesse em contratá-lo faz parte de uma dessas associações, você pode aplicar para vir trabalhar no Canadá com este processo.


Morar no Canadá trabalhando na área de tecnologia:


global talent stream

Para morar para o Canadá como trabalhador de tecnologia por meio do Global Talent Stream, sua ocupação deve estar listada na Lista de Ocupações Globais. Esta lista é composta por profissionais como gestores de informática e sistemas de informação, programadores, analistas, consultores informáticos, técnicos de informática, engenheiros de software, web designers, entre outros.

Algo que você deve manter em mente é que esta categoria também exige uma certa remuneração mínima (salário), dependendo do cargo e da província de escolha.


Então, qual é a diferença entre Global Talent Stream e LMIA? (Labour Market Impact Assessment) tradicional?


Embora os processos sejam muito semelhantes, o Global Talent Stream NÃO exige que o empregador divulgue a posição para o mercado canadense primeiro, como no LMIA, onde a empresa deve provar ao governo canadense que não encontrou um cidadão canadense adequado ou residente permanente para preencher o cargo.

Mas ambos os processos requerem uma grande quantidade de documentação complexa da empresa, como número de registro, impostos, etc.

Uma última coisa: muitos empregadores não sabem da existência desse programa – então certifique-se de compartilhar essa postagem do blog com eles!

Se você já tem um empregador ou deseja saber mais sobre as maneiras de imigrar para o Canadá, entre em contato conosco! Podemos fazer do Canadá sua casa.


0

Dicas Canadá

O Federal Skilled Trades é um dos programas de imigração gerenciados pelo sistema Express Entry. O que significa que você precisará criar um perfil no Express Entry para poder se inscrever neste programa de imigração para o Canadá. Não se preocupe – nossa equipe de consultores de imigração regulamentados o ajudará em cada etapa do processo.


O que é o Express Entry System?


Por falar em Express Entry, caso você não esteja familiarizado com o sistema, é um sistema baseado em pontos, com o objetivo de trazer imigrantes qualificados para o Canadá e leva em consideração alguns fatores-chave, como:
 
  • Idade (para um máximo de 100 pontos)
  •  Nível escolar (para um máximo de 140 pontos)
  •  Proficiência no idioma (inglês e / ou francês) (para um máximo de 150 pontos)
  • Experiência de trabalho canadense (para um máximo de 70 pontos)
  •  Experiência de trabalho fora do Canadá (para um máximo de 50 pontos)

Durante o ano, o governo lança vários sorteios, ou draws, convidando aqueles com uma determinada pontuação mínima a se inscreverem para imigrar para o Canadá. Para o Federal Skilled Trades Program especificamente, os sorteios geralmente ocorrem duas vezes por ano, mas a pontuação mínima necessária para se inscrever é muito menor do que outros programas de imigração, como o Federal Skilled Worker.

Se você ainda não sabe qual é a sua pontuação do Express Entry, faça nossa simulação gratuita para descobrir!


O que é o programa Federal Skilled Trades? (FST)




O Federal Skilled Trades tem como objetivo a qualificação de trabalhadores qualificados, com experiência em ocupações bem específicas.

Para ser elegível para este programa de imigração para o Canadá, você deve:

  • Ter pelo menos dois anos de experiência de trabalho comprovada em tempo integral (ou uma quantidade equivalente em meio período) nos cinco anos anteriores à aplicação. Esta experiência deve enquadrar nos seguintes grupos da National Occupational Classification (NOC):
    • Grupo Principal 72, negócios industriais, elétricos e de construção
    • Grupo Principal 73, negócios de manutenção e operação de equipamentos
    • Grupo Principal 82, supervisores e empregos técnicos em recursos naturais, agricultura e afins
    • Grupo principal 92, supervisores de processamento, fabricação e operadores de controle
    • Grupo menor 632, chefs e cozinheiros
    • Grupo menor 633, açougueiros e padeiros
  • Ter habilidades de writing e reading em inglês de pelo menos CLB 4 (NCLC 4 para francês) e speaking e listening de pelo menos CLB 5 (NCLC 4 para francês).

Lembre-se de que, embora não haja requisitos de educação para o Federal Skilled Trades Program, ele é um sistema baseado em pontos; portanto, se você quiser melhorar sua classificação no Express Entry, quanto mais alto for seu nível escolar, melhor!


Mas não é só isso …


Preste Atenção! Isso não é tudo: além da experiência de trabalho, você precisa de um dos seguintes:

Ter uma oferta de emprego qualificado em tempo integral no Canadá por pelo menos um ano (dentro dos NOCs mencionados acima)

OU

Um certificado de qualificação dentro desses NOCs, emitido por uma autoridade provincial ou territorial canadense.


Para uma oferta de trabalho qualificada


Infelizmente, não basta ter um empregador disposto a contratá-lo para uma vaga que se enquadrada nas categorias mencionadas acima.

Tal empregador também deve te patrocinar e obter uma carta oficial do Governo do Canadá afirmando que eles tentaram preencher o cargo com um cidadão canadense ou residente permanente sem sucesso. Este processo é chamado de LMIA (Labour Market Impact Assessment) e é a única maneira pela qual sua oferta de trabalho será válida para o seu perfil Express Entry e lhe tornará elegível para o Federal Skilled Trades Program.

Se você tiver dúvidas se sua oferta de trabalho é considerada qualificada para seu perfil, entre em contato com um de nossos consultores de imigração regulamentados.


Para um certificado de qualificação.




A outra maneira que mencionamos para se qualificar para o Federal Skilled Trades Program é ter um certificado de qualificação emitido por uma autoridade provincial ou territorial canadense, em relação à sua categoria específica.

Cada província do Canadá tem um conselho regulador que determina os critérios para uma pessoa trabalhar em um determinado campo. Quando você vem estudar no Canadá, alguns cursos já oferecem a certificação após a conclusão, enquanto outros podem exigir que você faça outro exame para se qualificar e poder trabalhar nessa área no Canadá.

Mas se você deseja trabalhar no Canadá sem concluir um programa de estudos primeiro, na maioria dos casos, você pode desafiar a certificação. Com base em seus estudos anteriores e experiência de trabalho, você poderá fazer o exame sem se inscrever ou concluir nenhum curso.

No entanto, tenha cuidado! Pode parecer simples, mas desafiar a certificação requer muita documentação – portanto, certifique-se de falar com seu consultor de imigração para entender o melhor curso de ação para você.




Não tem certeza do que fazer para realizar o seu sonho de imigrar para o Canadá? Temos especialistas em imigração, educação e carreira no Canadá! Marque uma consulta e iremos ajudá-lo e apoiá-lo em cada etapa do processo.

Se você quiser saber sua pontuação no perfil do Express Entry, use a nossa simulação gratuita!
0

Dicas Canadá

Existem vários caminhos que você pode seguir se quiser imigrar para o Canadá, mas o Federal Skilled Worker pode ser um dos programas mais procurados pelos brasileiros.

Este programa de imigração para o Canadá é voltado para aqueles que possuem experiência de trabalho qualificada fora do Canadá, e sua seleção é feita através do Sistema de Express Entry.


Como funciona o Express Entry?


Antes de entrarmos nos detalhes do Programa Federal de Imigração de Trabalhadores Habilitados, devemos primeiro entender o
Sistema de Express Entry:


O Express Entry é um sistema baseado em pontos e uma das formas mais populares de imigração para o Canadá para brasileiros. Este sistema visa trazer imigrantes qualificados para o Canadá, com base em suas habilidades e capacidade de contribuir para a economia do país. 


Por ser um sistema baseado em pontos, o Express Entry leva em consideração vários fatores:


  • Idade (para um máximo de 100 pontos) 
  • Nível escolar (para um máximo de 140 pontos) 
  • Proficiência no idioma (inglês e / ou francês) (para um máximo de 150 pontos) 
  • Experiência de trabalho canadense (para um máximo de 70 pontos) 
  • Experiência de trabalho fora do Canadá (para um máximo de 50 pontos) 

Cada um desses fatores adiciona pontos ao seu perfil de imigração. Você pode usar nossa simulação de pontos grátis para Express Entry para ver se você é elegível para um dos programas de Express Entry. Lembre-se de que esta não é a única opção de imigrar para o Canadá – você pode contar com nossos consultores de imigração regulamentados para orientá-lo sobre o melhor programa de imigração canadense e auxiliá-lo em todo o processo.


Durante o ano, o governo lança vários sorteios, “draws”, convidando aqueles com uma determinada pontuação mínima a se inscreverem para imigrar para o Canadá. A pontuação mínima varia muito, dependendo da demanda, do número atual de candidatos e do programa de imigração. 



O Programa Federal Skilled Worker (FSW)


É o mais popular entre as pessoas que desejam imigrar para o Canadá. Destina-se a 
trabalhadores qualificados com experiência profissional fora do Canadá. Para ser elegível para este programa, você deve: 

  • Ter pelo menos 67 pontos no total. 
  • Ter experiência de trabalho dentro dos NOCs (National Occupational Classification) 0, A ou B. Você pode ganhar pontos pelo número de anos que passou fazendo trabalho remunerado em tempo integral (pelo menos 30 horas por semana, ou uma quantidade igual de tempo parcial [15 horas por semana durante 24 meses]) 
  • Atinja o nível mínimo de proficiência no idioma 
    •         Para inglês: CLB 7 
  •         Para francês: NCLC 7 


Se você precisa de um impulso para obter uma pontuação alta no seu teste de proficiência no idioma, temos parceria com profissionais
qualificados que podem ajudá-lo a obter a pontuação de que você precisa!




Você sabe qual é o nível de proficiência do idioma exigido para o seu perfil de imigração? Fale com um
consultor de imigração regulamentado, ele pode avaliar a melhor estratégia para você!


Claro, quanto mais alto for o seu nível de educação e nível de inglês e mais experiência de trabalho qualificado, você tiver, maior sua pontuação, e consequentemente, vantagem no seu Perfil de Express Entry! 


E se você acha que está pronto para fazer do Canadá sua casa, pode contar com nossa equipe de consultores regulamentados de imigração canadense, e juntos encontraremos o melhor programa de imigração para você! 


0

Dicas Canadá
Um dos aspectos mais importantes do seu plano de imigração para o Canadá é encontrar seus NOCs. Esse também é um dos elementos mais complexos da sua aplicação para se tornar um residente permanente no Canadá. Recebemos muitas perguntas sobre – Então, estamos aqui para lhe contar tudo o que você precisa saber sobre os NOCs!

O que é NOC?


NOC significa Classificação Ocupacional Nacional (National Occupational Classification) e é a referência canadense para todos empregos no Canadá. O NOC categoriza toda a gama de atividades no Canadá e leva em consideração dois aspectos do mercado de trabalho:
A categoria ocupacional ampla: representa o tipo de trabalho realizado, o campo de estudo e / ou o setor dessa ocupação.

A categoria de nível de habilidade: além da educação, treinamento e experiência de trabalho, essa categoria de NOC também leva em consideração as tarefas e responsabilidades associadas ao trabalho.


Para que é utilizado o NOC?

A Classificação Ocupacional Nacional (National Occupational Classification) é usada para classificar e identificar todos os tipos de empregos no Canadá, com base não só na posição de uma pessoa em uma empresa, mas também considera as funções de sua ocupação (ou seja, as suas responsabilidades e tarefas diárias). Como você provavelmente já percebeu, existem centenas de NOCs, e é por isso que você deve ter muito cuidado ao definir o que melhor se adequa ao seu perfil. Para garantir que você está no caminho certo em seu planejamento de imigração para o Canadá, conte com um de nossos especialistas e consultores regulamentados de imigração para o Canadá.

A fim de organizar todas estas ocupações, as NOCs são divididos em grupos, ou categorias:


GRUPOS NOC

grupos noc

Os principais grupos National Occupational Classification (NOC) são:

Nível de habilidade 0 (zero): trabalhos de gestão, tais como:

  • gerentes de restaurante
  • gestores de minas
  • capitães de pesca

Nível de habilidade A: trabalhos profissionais que geralmente exigem um diploma de uma universidade, como:

  • médicos
  • dentistas
  • arquitetos

Nível de habilidade B: trabalhos técnicos e negócios qualificados que geralmente exigem um diploma universitário ou treinamento como aprendiz, como:

  • chefs
  • encanadores
  • eletricistas

Nível de habilidade C: trabalhos intermediários que geralmente exigem ensino médio e / ou curso específico para o trabalho, como:

  • açougues industriais
  • caminhoneiros de longo curso
  • servidores de alimentos e bebidas

Nível de habilidade D: trabalhos que geralmente oferecem treinamento de emprego, como:

  • apanhadores de frutas,
  • pessoal de limpeza,
  • trabalhadores em campos de petróleo

Os programas de imigração do Canadá usam essa classificação para determinar se um determinado trabalho ou tipo de experiência de trabalho atende aos seus critérios de elegibilidade. Para fins de imigração, o governo canadense considera aqueles com experiência de trabalho sob os CONs 0, A ou B como trabalhadores qualificados.


Como eu encontro meu NOC?


Como dissemos anteriormente, para determinar qual categoria de NOC se encaixa na sua experiência e perfil de trabalho, você deve considerar não apenas seus cargos e áreas de especialização, mas também suas responsabilidades, deveres e tarefas diárias.

Um consultor de imigração regulamentado poderá ajudá-lo a identificar o NOC (National Occupational Classification) que melhor se adequa à sua experiência de trabalho e guiá-lo por todo o processo de imigração para o Canadá.

————————————————– ——

Você está pronto para imigrar para o Canadá? Pegue a nossa ferramenta de simulação gratuita e descubra qual o programa de imigração mais adequado para você!
E se você tiver alguma dúvida, sempre poderá entrar em contato conosco e teremos o maior prazer em ajudá-lo a tornar o Canadá sua casa.


0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 6NO NEW POSTS